mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Mineiro: torresmo, café e pão de queijo

05 de dezembro de 2010 | Sobre culinária e gastronomia

Torresmo e Bolinho de Arroz

Ser mineiro é bom demais. Nessas andanças por Tupaciguara (minha cidade) e por BH (cidade do Daniel – meu marido), a gente mata a saudade dos costumes, do sotaque e das delícias mineiras. Brasília é perto de Minas e tem muito mineiro. Aqui é até facil e acessível encontrar bons ingredientes e boa comida mineira. Mas tem alguns detalhes que nunca são iguais aos da nossa casa. Meu pai faz um torresmo muito bom, sem aquela pele grossa e dura. Mais nova, eu achava que torresmo certo era feito assim. E que esses torresmos feitos com pele eram uma enganação. Digo pra vocês que se o torresmo for só de pele de porco, não é torresmo, é pururuca. E são coisas diferentes. O torresmo é a barriga do porco frita até ficar douradinha e sequinha e começar a sair fumaça. É como se fosse um bacon frito, ao invés de defumado. Pode ter pele ou não. Mas só a pele frita não é torresmo nem de longe. O sabor, a textura e o preparo são bem diferentes.
Desde pequena sempre tomei café. Lá na casa dos meus pais, prepara-se café pelo menos três vezes ao dia. Pela manhã é um café mais fraco e doce para acompanhar o pão com manteiga. Depois do almoço é café um pouco mais forte para segurar o sono após a refeição. E pela tarde é um cafezinho e um lanchinho. Minha avó tinha um pé de café em casa; ela mesmo colhia, secava e torrava os grãos, que eram moídos na hora de coar o café. Era bom demais. Lá em Tupaciguara tem uma fábrica de café chamada Café Mesmo. É bem gostoso… no dia que torram o café, a cidade fica aromática. Aqui em Brasília, encontrei um café que me lembra bem os aromas do cerrado lá da minha região. Tenho usado este sempre e estou gostando muito:

Café do Cerrado

E o pão de queijo! Tenho feito algumas experiências com esta receita. E há varia versões. Depois que ganhei uma batedeira de presente da minha Tia, nunca mais amassei pão de queijo no braço. Gente, é ótimo, rapidinho. Basta que sua batedeira tenha capacidade e acessórios para fazer massas mais pesadas. Mas nem precisa ser daquelas mais caras e importadas. Hoje em dia existe uma versão mais simples e acessível da Planetária da Arno que serve bem (é da minha).

Pão de queijo na batedeira

Nas receitas de pão de queijo que tenho testado, substitui leite pelo creme de leite fresco e ficou bom. Também tenho usado um mix de polvilho, dica de outras blogueiras (metade de polvilho doce, metade de azedo). O pão de queijo cresce, mas não fica oco. É bem bom. Agora, o queijo, não tem jeito, é o queijo do Serro. É bem mais saboroso, incomparável. O problema é que só encontramos no mercado central de BH. Por isso, quando vou lá, trago uma certa quantia de queijos, ralo e congelo em saquinhos. Peguei o contato da banca que vende, mas ainda não fiz nenhum pedido para ser entregue aqui em Brasília.

Pão de queijo com café

Enfim, ser mineiro, com torresmo, café e pão de queijo de verdade é bom demais dá conta, sô!

12 Comentários

  • José Ernane França

    08 d Abril d 2014, às 12:42. Responder

    Leiliane Ficou 10 Seu blog. Como faço para conseguir esta Batedeira de Pão de Queijo.

    Grato;

    • leiliane

      16 d Abril d 2014, às 12:27. Responder

      Olá José Ernane,

      Eu uso uma batedeira planetária da arno, que é vendida em qualquer loja de eletrodomésticos.
      Já andei pesquisando uma masseira, que é a versão industrial da batedeira. O preço é bem maior. Mas se você quer fazer em grande quantidade, o ideal é adquirir essa masseira mesmo. Basta fazer uma busca no google por masseira para pão de queijo que você vai encontrar.

      Abraços e volte sempre por aqui.

  • Sandro

    28 d agosto d 2013, às 21:51. Responder

    Olá, conheci seu blog através da indicação do Cheirinho de Café e já estou te seguindo. Muito boas as receitas. Me lembram minha irmã que também é ótima cozinheira mas está morando fora. Ótima descoberta.

    • leiliane

      02 d setembro d 2013, às 15:57. Responder

      Obrigada Sandro,

      Volte sempre por aqui!

  • Thays-Cheirinho de Café

    25 d agosto d 2013, às 17:34. Responder

    Leili,

    Sou a Thays do blog Cheirinho de Café (www.cheirinhocafe.blogspot.com.br).

    Tive a grata surpresa de conhecer seu blog! Já copiei receitas (só não sou muito “prendada”), li textos, aprendi algumas dicas… posso dizer que seu blog nos encanta verdadeiramente. Parabéns!

    Esse texto, em especial, chamou minha atenção por dois motivos: tocar o coração dos mineirinhos e falar sobre café. Você foi bem clara ao nos informar a marca que está usando e como gosta de tomar seu pretinho.

    Por esse motivo, gostaria de divulgar seu texto no meu blog, que é exclusivo de café, para que meus leitores também possam curtir, tanto quanto eu, o seu post. Você me permite? (com a devida fonte e divulgação do seu blog, claro!)

    Desde já agradeço o carinho e a atenção,

    Grande abraço,

    Thays

    • leiliane

      26 d agosto d 2013, às 13:17. Responder

      Olá Thays!

      Fiquei muito satisfeita em receber seu contato. Não pensava que esse post pudesse tocar assim a sentimento das pessoas!
      Para que saiba, eu acompanho seu blog pelo feddly, sou fã!
      Adorei a proposta. Por favor, publique o post sim.
      Ah, e obrigada pelo prestígio!
      Poderíamos tomar um cafezinho dia desses, o que acha?

      Abração e boa semana!

      Leili

  • Adriana Alves

    13 d Maio d 2011, às 15:28. Responder

    Leili, ser mineiro é bom demais… é um orgulho que acompanha a gente em qualquer lugar. Adorei seu espaço, receitas… achei tudo bem cuidado e delicado. Parabéns. Adriana.

    • leiliane

      13 d Maio d 2011, às 15:37. Responder

      Muito obrigada Adriana! Também vou conhecer seu espaço!
      Adorei a visita. Volte sempre pois a casa nossa!

  • Gladstone

    02 d Fevereiro d 2011, às 00:46. Responder

    Trabalhamos com coleta e reciclagem de oleo vegetal, Gordura usado!
    Fazemos coleta em toda Bh e Grande BH!!
    Juntos podemos cuidar das aguas, nossa maior fonte de vida!

    Att
    Bio Oleo Reciclagem de Oleo vegetal e Gordura Ltda
    Licença Ambiental Numero 0330/08
    (31) 3411 8992 – 9141 2217 – 9877 0607

  • Zezé

    05 d dezembro d 2010, às 10:05. Responder

    Leili, hoje este post está DEMAIS. Adoro o torresmo que tem pedacinho de carne. Outro dia me ofereceram e me decepcionei, era só a pele do porco pururuca, não apreciei. A primeira coisa que olho agora é se tem pedacinho de carne, caso contrário dispenso. Já achei queijo do Serro no La Palma, era meio caro mas valeu. Ah, que vontade de voltar ao mercado central de BH. É um paraíso. Tenho a planetária e não sabia que era possível fazer pão de queijo nela, mais uma dica que aprendi. Vou comprar esse café, não conhecia. Hoje virei mineira, mesmo tendo nascido em Belém. Bjs.

  • Daniella Carrara

    05 d dezembro d 2010, às 09:39. Responder

    Esse seu post deu uma vontade de comer pão de queijo! Nossa! E quero esse queijo também! Depois me passa o contato! beijos

    • leiliane

      05 d dezembro d 2010, às 09:43. Responder

      Oi Dani,

      Preciso encontrar o cartão da banca lá do mercado.
      Mas irei a BH em dezembro e voltarei com alguns queijos do Serro.
      Vou tentar trazer um pouco mais para dividir com você.
      Abraóc

Comente